A cooperação entre as duas agências é fundamental para a proteção das infraestruturas essenciais do Reino Unido, diante dos riscos de ataques cibernéticos.

O Reino Unido contém uma organização pública interessante de proteção às suas infraestruturas de redes de comunicações nas hipóteses de ataques cibernéticos.

Em destaque, duas agências governamentais. A National Cyber Security Centre – NCSC, criada no ano de 2016, com a responsabilidade de compreender a natureza da segurança cibernética para fins de implementação de medidas práticas de segurança.1Assim, o objetivo é responder aos ataques cibernéticos para reduzir os dados causados às organizações públicas e privadas do Reino Unido. Também, outra finalidade é aproveitar a experiência da indústria e da academia para capacitar o Reino Unido em matéria de segurança cibernética. E o compromisso para redução de riscos nas redes públicas e privadas diante de ataques cibernéticos.Em sua criação, aproveitou-se a expertisedo centro de informações relacionado ao Government CommunicationsHeadquarters -GCHQ, órgão encarregado dos serviços de inteligência do Reino Unido, que se encontra sob a supervisão do Comitê de Segurança e Inteligência da Câmara dos Comuns. Assim, a National Cyber Security Centre (NCSC) trabalha em parceria com os órgãos de inteligência e segurança nacionais e parceiros internacionais. Igualmente, oferece informações educativas a respeito de questões de segurança cibernética, com a explicação dos riscos envolvidos na navegação na internet, utilização de aplicativos e dispositivos tecnológicos. Por outro lado, a Critical National Infrastructure é a autoridade responsável pelos setores nacionais estratégicos, entre os quais o setor de comunicações, espacial, energia e financeiro, entre outros.2 Assim, a Critical National Infrastrucutureé definida como aquela composta por ativos, serviços, sistemas ou redes, cuja perda de capacidade pode resultar no maior impacto na disponibilidade, integridade ou entrega de serviços essenciais à população, com o risco de comprometer a perda de vidas ou o risco de danos significativos à economia ou impactos sociais significativos.Significativo impacto na segurança nacional, defesa nacional ou no funcionamento do estado. Assim, a Critical National Infraestrucuture (CPNI)tem a responsabilidade de proteção às infraestrututuras nacionais críticas (suas redes, dados e sistemas) diante de ataques cibernéticos, em cooperação com o Nacional Cyber Security Centre (NCSC). A cooperação entre as duas agências é fundamental para a proteção das infraestruturas essenciais do Reino Unido, diante dos riscos de ataques cibernéticos.

_______________

1 Disponível aqui.

2 Mas, também, o Critical National Infrastructure tem responsabilidade quanto aos setores: químico, nuclear, defesa, serviços de emergência, alimentação, governamental, saúde, transporte e águas.

Artigo publicado no Portal Jurídico Migalhas em 23/08/2019.